sábado, 17 de julho de 2010

De noite na cama, eu fico pensando..

Antes de dormir, deitada na cama pareço estar no meu auge criativo, mil e umas ideias mirabolantes, sonhos antigos, planos futuros, reflexões sobre o presente, contos e histórias. Muitas dessas ideias me dão outras ideias para futuros textos os quais eu deveria escrever na manhã seguinte antes que eu me esquecesse, mas o que acaba acontecendo é que eu acabo esquecendo antes mesmo de acordar. É uma pena! Muitas dessas ideias/histórias me dariam prazer ao escrever e agradariam a maioria de vocês. Hoje anoite me passou pela cabeça uma solução: manter sempre um caderno, um lápis e uma luminária por perto para poder registrar todas essas ideias. Junto com a solução, me surge um problema: ao me levantar para escrever, eu perderia todo o meu sono. Resolvi tentar uma vez, se desse certo continuaria a escrever durante a noite, caso contrário, ficaria sem os meus textos. Levantei-me silenciosamente da cama, peguei a luminária-joaninha da minha irmã, uma canetinha colorida velha e uma folha de papel amassada e pus-me a escrever. Minha intenção era apenas registrar a ideia para depois escreve-la por completo na manhã seguinte, as palavras foram surgindo e eu já estava escrevendo o texto inteiro, como não queria interromper meu trabalho no meio de sua produção e no auge da minha critividade, continuei a escrever. Deu no que deu. Esse texto é o primeiro de muitos –assim espero – textos escritos antes de dormir. Quanto ao meu sono, rapidamente o recupero de volta, e ainda dormirei com a sensação de trabalho cumprido. Boa noite à todos!

Um comentário:

Gostou? Não gostou? Tem algo para compartilhar? Sinta-se à vontade. Vou adorar saber o que passou na sua cabeça enquanto você lia esse post.