sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Agora são 8?

Por racismo entende-se na maior parte das vezes a desvalorização da etnia afro-descendente pela etnia branca, principalmente. O racismo, por agora ser encontrado em diversos locais, até mesmo naqueles onde deveriam ser dados os exemplos contra tal atitude, passou a ser considerado crime.
Muito embora a maioria das pessoas levar em conta o racismo como apenas a desvalorização dos negros, o conceito de racismo significa muito mais que isso. O racismo é a desvalorização, a diminuição da importância de qualquer etnia por outra. Exemplos claríssimos são e foram encontrados em diversas épocas da história do mundo.
Muitas guerras, muitos crimes, muitas desumanidades foram praticadas na época em que o racismo ainda não era condenado por todos. Com o passar do tempo, tal atitude passou a ser julgada pela maioria.
Atitudes como essa, consideradas até mesmo erros infantis, deve ser considerados também um pecado. O novo pecado, o 8º, leva pessoas a falta de auto-estima, confiança, felicidade e até mesmo, contribui para um desempenho pior de quem sofreu tal desumanidade.
Mas, qual será a razão de tão pouco descaso com seu próximo? O racista, para ter coragem de então praticá-lo, deve ter alguma insegurança de tamanho igual ou maior a uma simples diferença de cor, nacionalidade ou mesmo características étnicas.
Como qualquer outro pecado, o racismo é errado. Por acabar aparecendo em lugares cotidianos, foi tomada a atitude de punir os racistas. Preso e sem poder pagar para ser solto, terá o racista, merecidamente, o tempo que necessitava para pensar em seus atos e para aprender, que, independente da cor, do jeito, da nacionalidade, devemos sempre ter respeito pelo próximo.

0 comentários:

Postar um comentário

Gostou? Não gostou? Tem algo para compartilhar? Sinta-se à vontade. Vou adorar saber o que passou na sua cabeça enquanto você lia esse post.