sábado, 5 de fevereiro de 2011

Julieta Fournier [7]


Passei uma semana me perguntando como resolver meu problema mas não consegui achar nenhuma solução boa o suficiente e isso estava me deixando realmente para baixo. Mamãe havia se mantido indiferente à situação, até que ela percebeu o quanto eu estava triste quando recusei ir ao teatro com ela –ir ao teatro era um dos meus passeios preferidos.
-Filha, tem uma coisa que você precisa saber sobre eu e a mãe da Gabriela. –bingo! O problema parecia realmente ser entre nosas mães e não entre nos mesmas.- Semana passada quando fomos almoçar com o Thiago eu fui tomar café da manhã com uma colega minha de trabalho. A padaria estava muito cheia então quando eu vi a mãe da Gabriela eu a chamei para se sentar com a gente. Nos estavamos conversando normalmente e, sinceramente, ela me parecia ser uma mulher muito legal, o problema começou quando começamos a falar da nossa época de escola. Conversa vai, conversa vem, acabamos descobrindo que estudamos juntas no colegial e eramos tipo rivais. – eu nunca tinha reparado que a minha mãe e a mãe da Gabi nunca tinham conversado direito, mesmo  se vendo quase todos os finais de semana quando uma ia para a casa da outra, nossas mães nunca tiveram uma conversa séria- Nosso café da manhã acabou por ali. Decidimos que vocês duas não deveriam mais se falar. So agora eu percebo o quanto fomos infantis, a amizade de vocês não tem nada a ver com a nossa amizade, a vida de vocês é outra. Eu sinto muito, filha, você me desculpa?
Ok, aquilo havia sido um choque para mim. Minha mãe estava me separando da minha melhor amiga porque a mãe dela e ela tiveram problemas na escola? Nunca pensei que ela pudesse ser capaz de fazer alguma coisa do tipo . Eu precisava de um tempo para pensar, sai da sala e me tranquei no meu quarto como uma tipica adolescente.
Eu estava prestes a ligar para a Gabi para contar a ela a verdade quando o meu celular tocou. 

O mistério da Julie começa a se resolver, não? Mas quem sera que ligou para ela? Sera que foi a Gabriela? Descobriremos em breve! Ps: não achei uma imagem melhor.

6 comentários:

  1. Nossa, nunca pensei em nada do tipo. Acho que se um dia eu encontrar com alguém que eu não goste, por mais que tenha passado tempo eu a reconheceria pelo olhar, o olhar diz muito. E outra, a vida da filha não tem a nada a ver. Beijo

    ResponderExcluir
  2. Estou curiosa pra saber quem ligou. Sempre acaba na melhor parte =/

    ResponderExcluir
  3. Nice blog !

    http://cuteredbow.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Em breve mais um episódio, prometo não demorar tanto quanto da última vez.

    ResponderExcluir
  5. meu deuuuuuuuuus lu, vai logooooo ! to mt curiosa hahha

    ResponderExcluir

Gostou? Não gostou? Tem algo para compartilhar? Sinta-se à vontade. Vou adorar saber o que passou na sua cabeça enquanto você lia esse post.