sexta-feira, 16 de abril de 2010

Meu grande amor

Eu te amo. Foram as primeiras três palavras que você me disse na nossa primeira conversa, fiquei chocada, eu nem te conhecia, mas mesmo assim respondi com um 'eu te amo' também. E foi assim que tudo começou. Eu me lembro muito bem, eram 22h47, quando você me adicionou no msn, nem sabia quem você era, mas aceitei mesmo assim para ver se depois descobria. Uma nova janela se abriu diante dos meus olhos, eu esperava o clássico 'oi, tudo bem?' mas ao invés disso você me surpreendeu e disse 'eu te amo'. Quem era você? Eu não sabia. Onde morava? Também não. Idade, nome? Muito menos. Eu apenas sabia que você me amava. Achei aquilo tudo muito estranho. Você estava sempre puxando assunto, e eu respondia, educada  porém friamente e não dava continuidade à conversa, as horas foram se passando, cada vez mais pessoas me diziam boa noite e iam dormir, até que só você permaneceu online, mesmo já passando de 1h da madrugada, eu estava sem sono, então, sem alternativa, comecei a conversar de verdade com você.
Assunto era o que menos faltava, músicas, filmes, sites, livros, esportes, professores, escola, amigos, família, quando me dei conta, estava contando para você meus segredos mais intímos, que não havia contado para ninguém. Você me conquistou assim, de maneira fofa e delicada, em apenas uma noite. Os dias iam passando e estávamos cada vez mais intímos um do outro, não pensava em outra pessoa se não você, mal podia esperar para chegar em casa, ligar o computador,entrar no msn e falar com você. Um belo dia, me dei conta de que você era mais do que um amigo para mim. Sim, eu estava apaixonada. Foi aí que decidi, perguntei para você quantos anos tinha, qual era seu nome e onde morava. Para a primeira pergunta respondeu 14 anos, igual a mim, fiquei feliz; para a segunda, Gabriel, nome cujo o qual eu achava lindo. Meu coração batia forte, eram tantos sentimentos, foi aí que você respondeu a terceira pergunta, onde morava? Barcelona. O mundo caiu. Barcelona ficava do outro lado do mundo para mim, eu nunca saberia quem você era. Os meses foram se passando e nós continuamos amigos, continuo apaixonada por você, meu grande amor, que nunca saiu da tela do computador.

3 comentários:

Gostou? Não gostou? Tem algo para compartilhar? Sinta-se à vontade. Vou adorar saber o que passou na sua cabeça enquanto você lia esse post.