segunda-feira, 6 de setembro de 2010

16 horas de sábado. 
Acordara de meu sono vespertino rotineiro.
Pelo quê? Ainda não havia descoberto.
Podia ser simplesmente o restaurante que abrira em minha rua e fazia tanto barulho. 
Ou simplesmente podia ser a falta que sentia.
Falta de quê? 
Falta de você. Falta de seus olhos. Falta de seu sorriso. Falta de estar com você.
A falta me deixava cada vez pior.
Nenhuma verdade me machucava. 
Nenhuma resposta me satisfazia.
Nem mesmo o tédio me surpreendia mais. 
E tudo isso, simplesmente por você.

3 comentários:

  1. o PP voltoooooooooooooooooooooooooooooooouuuuuu! senti sua falta :(

    ResponderExcluir
  2. Surtadores, obrigado pelo carinho...
    Vou ver se voltei para ficar :D

    ResponderExcluir

Gostou? Não gostou? Tem algo para compartilhar? Sinta-se à vontade. Vou adorar saber o que passou na sua cabeça enquanto você lia esse post.