domingo, 12 de setembro de 2010

Não me deixe so

Ela: Eu tinha apenas oito anos, mamãe falecera dois anos antes, papai estava suposto para voltar de Nova York naquela noite, portanto éramos eu, o mordomo Pierre e o labrador Tob. O céu estava coberto de nuvens escuras e pesadas, chovia muito la fora e dentro de casa fazia frio. Pus-me a esperar papai sentada na janela embrulhada de cobertores com Tob ao meu lado e um cappuccino quente na mão. Adormeci ali mesmo e ao acordar Pierre me avisou que papai ainda demoraria dois dias para chegar. é por isso que eu te peço que não solte minha mão nessa noite chuvosa. Promete?
Ele: Eu prometo.

Um comentário:

Gostou? Não gostou? Tem algo para compartilhar? Sinta-se à vontade. Vou adorar saber o que passou na sua cabeça enquanto você lia esse post.