quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Chá de tempos


O preto e branco ganhou cor e a cor ganhou profundidade. Não sinto mais o cheiro de um livro novo, ou nem mesmo o de um livro velho.  As paginas amareladas e cheias de poeira sumiram, deram lugar a uma tela brilhante –a mesma que é colorida e tem profundidade, você deve conhecer. A minha estante? Coitada! Antes reclamava que estava gorda, que precisava emagrecer. Hoje a probrezinha sofre de desnutrição, vive de migalhas, de paginas rasgadas. São esses tempos modernos, entram sem pedir, já apressados para sair. Vamos dar um tempo, desfrutar um  momento, como nos velhos tempos. Que tal? Aceita esse chá? 

7 comentários:

  1. Seu blog é perfeito, amei o layout e tudo o mais, parabéns mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Ai Jess, que bom que você gosta! Muito obrigada! *--*

    ResponderExcluir
  3. É verdade que os tempos modernos estão invadindo a vida de todos e mesmo que eu seja dessa epoca, sei que é bem melhor quando ainda existiam apenas cadernos e lapis.

    Lindo esse texto! Amei :)

    ResponderExcluir
  4. Eu adoro a era digital, sabe? Mas certaz coisas "não-digitais" ainda são minhas paixões...
    Obrigada (:

    ResponderExcluir
  5. Noooossa, eu amei a forma descontraída que você usou as palavras... você brincou, cara, e o texto ficou perfeito.
    Sobre o tema, er, a gente não pode fugir disso... E no fundo, a gente adora.

    _________________________________________________

    Obrigada por visitar o blog Sonhos e Planos.

    ResponderExcluir
  6. Ferless, jura? Nossa muito obrigada mesmo!
    Os tempos modernos são inevitaveis mesmo "entram sem pedir", rs. E eu adoro ele, afinal, se ele não existisse nunca estariamos aqui nos falando, não é mesmo?

    ResponderExcluir
  7. Texto leve, mas com tanto conteúdo! Adorei a forma com que utilizou as palavras. Sabe que ás vezes eu sinto que nasci na época errada? Aliás, aceito o chá!

    ResponderExcluir

Gostou? Não gostou? Tem algo para compartilhar? Sinta-se à vontade. Vou adorar saber o que passou na sua cabeça enquanto você lia esse post.