sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Amor de carnaval


Era carnaval, a cidade amanheceu em festa e parecia estar com todos seus 12 mil habitantes concentrados na pracinha embaixo da minha janela. Eram apenas 8h da manhã e as pessoas já estavam a todo vapor fantasiadas, pulando, rindo, gritando, e o fevro tocando no volume máximo. Ao contrário de todos aqueles seres debaixo da minha janela, eu não estava nem um pouco animada para pular carnaval. Nunca estive e acho que nunca vou estar. Estar no meio de uma multidão, num calor de 32 graus, suando pra chuchu e além do mais, ter que andar quilômetros a fio? Não, obrigada. A ideia por si só não me agradava.
Senti-me obrigada a fechar o pouco que estava aberto da janela para deixar a vidragem dupla cumprir sua função. Liguei o ar e fui tomar café da manhã. Pão integral, ovos, maça, leite e um pedacinho de chocolate meio amargo. Coloquei um pouco de Chico Buarque para tocar e segui direto para meu banho quente. Não demorei muito, apenas o suficiente para esquecer que era carnaval. Esperei até as 10h para deixar a paz silenciosa do meu apartamento -vidragem dupla, eu te amo!-  a essa altura, a multidão já deveria estar bem longe da minha casa. Peguei minha bicicleta e pedalei dois quarteirões até a minha livraria/café favorita.
Mesmo sendo dia de festa para a maioria das pessoas, dentro daqueles pequenos metros quadrados recheados de livros, eu me sentia em paz. O lugar tinha um ar retrô muito fofo e servia o melhor café de avelã da cidade, estava quase sempre vazio e tocava ótimas músicas de fundo. Sentei-me na mesa do canto como de costume, abri meu livro e antes mesmo que eu pedisse Leo, o dono da livraria, me trouxe o tal café. Como era de se esperar, principalmente num dia como aquele, a loja estava deserta, éramos apenas eu e ele. Fugindo do comum, Leo pegou uma cadeira e sentou comigo junto na mesa.
-Você não vai festejar? -perguntou puxando assunto - É carnaval!
-Hm, hoje não. Estar na multidão não é muito a minha praia.
-Você já ao menos tentou?
-Não, mas não sinto falta. -respondi.
-Você não pode sentir falta de algo que nem nunca experimentou! Venha, vamos nos divertir um pouco. - disse me puxando até a porta - Hoje, é um dia muito especial, seu primeiro carnaval!
Demorei um pouco até entender o que estava acontecendo, quando dei por mim, já estava dançando de pulando como todos os demais. Devo admitir, não era tão ruim assim, a energia era contagiante. Eu não estava fantasiada, mas aquilo não importava, Leo também não estava. Aliás, onde ele estava? No meio de tanta gente parecia impossível encontrá-lo. Em poucos segundos o pânico tomou conta de mim. Eu não podia me perder dele. Demoraram apenas 5 minutos para nos reencontrarmos, mas na minha cabeça aquilo demorou uma eternidade.
O Leo sempre foi um ótimo amigo, mas só então a ficha caiu, eu estava inacreditavelmente apaixonada por ele. Sem pensar, me aproximei dele e roubei o melhor beijo da minha vida. E foi assim que eu comecei a namorar o homem da minha vida.
 ***
Texto para a 100ª Edição conto/história do projeto Bloínques

10 comentários:

  1. Apesar de eu não gostar da temática de Carnaval (realmente detesto o Carnaval), o conto é bem fofinho. Sabia que havia um clima entre os dois lá no meio da história. Amei. *-*
    Já sigo aqui há um tempo e cada vez fico mais feliz por isso; você escreve muito bem.
    Bjo.

    http://miasodre.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos duas então, assim como a personagem, eu odeio carnaval, mas quem sabe um dia alguma pessoa especial não me faça mudar de ideia, não é mesmo? rs
      Beijão

      Excluir
  2. amores vem e passam...mas sempre são amores...de coração ou não...

    http://guilg7.blogspot.com/

    vlw...

    ResponderExcluir
  3. haha *-* historia real? amo histórias assim.. eu gosto do carnaval, aglomeração, musica, e com um amor então, nada melhor haha *-*

    www.devaneiosdeumagarota.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pura ficção, mas fico feliz que tenha gostado (:

      Excluir
  4. Lindo seu blog! adorei o texto!!^^
    estou seguindo
    beijoos

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Amor, passei aqui só pra te falar que saiu o resultado do sorteio que você participou lá no blog: http://senhoritaliberdade.blogspot.com/ e você ganhou '0' Primeiro quero te parabenizar e segundo, pedir pra que me adicione no msn pra discutirmos como vai ser seu lay: stellaheitorr@hotmail.com
    Parabéns hahaha :D

    ResponderExcluir
  7. você tem que escrever um livro guria, torcendo por você beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, muito obrigada, de verdade. Significou muito pra mim, de verdade.
      Beijão

      Excluir

Gostou? Não gostou? Tem algo para compartilhar? Sinta-se à vontade. Vou adorar saber o que passou na sua cabeça enquanto você lia esse post.